Enredos 2013 (3 de 3)

Terceira (e última) parte da análise de enredos de 2013. Este último bloco não tem 1 (disse UMA) escola que não tenha vendido seu espaço para sediar o tema de alguma instituição – seja qual for o ramo de atividade – em forma de desfile. Nos blocos anteriores, havia, em cada um, uma escola com um enredo autoral, coisa que aqui não acontece, mas me dá curiosidade de ver a coisa bem executada na avenida (executada no bom sentido, não quero ver um enredo sendo morto).

enredos2013parte3

9 – Beija-Flor De Nilópolis (Carnavalesco: Laíla, Fran sergio, Ubiratan Silva, Victor Santos, André Cezari. Título do Enredo: “Amigo Fiel“).

A ABCCMM (Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador) patrocina a escola de Nilópolis pra contar com capricho a história da raça de cavalos nobres e famosos. É aquele negócio, a escola tem prestígio e tem tudo pra fazer bonito… O enredo é que é arriscado. Não que um carnavalesco não pudesse pensar em algo do tipo, mas uma comissão pegar um tema escolhido por terceiros, e esses terceiros serem seus “chefes”, temporariamente? É uma grande responsabilidade ao se fazer tal propaganda.

10 – Acadêmicos Do Grande Rio (Carnavalesco: Título do Enredo: “Amo O Rio E Vou À Luta – Ouro Negro Sem Disputa”).

Sobre a defesa dos royalties do petróleo para o Rio de Janeiro. Não preciso mais falar sobre quem patrocina, né? É uma extensão daquela micareta que fizeram lá na Av. Rio Branco. Não que a Grande Rio não tenha nada a ver com o assunto, pois, a refinaria de petróleo fica na terra da escola, Caxias, mas… Não conseguiram nem dar uma cara de enredo cultural. Só consigo ler uma campanha do governo frente a turistas, políticos e empresários. Folião, que eu saiba, fica do lado de fora, do Terreirão até a Cinelândia. Palanque.

11 – Imperatriz Leopoldinense (Carnavalesco: Cahê Rodrigues. Título do Enredo: “Pará, O Muiraquitã Do Brasil“).

Bem, a Imperatriz não me impressiona em falar de outro estado. Primeiro, que o Pará não é um enredo exótico, já que muito se fala no lado místico do Brasil, como Amazonas e sua cultura, Ilha de Marajó (no próprio Pará), além do quê, o estado foi enredo da Beija-Flor em 1998 (com ênfase na pajelança). Na época de Rosa Magalhães, a escola de Ramos já falou até sobre a invasão francesa sobre os índios. Falou sobre o nordeste e se saiu bem. É a velha história, enredos esdrúxulos à parte, se for feito de forma simpática e sem gigantismo, pode ganhar o público e os jurados.

12 – Unidos De Vila Isabel (Carnavalesco:Rosa Magalhães. Título do Enredo: “A Vila canta o Brasil, celeiro do mundo. Água no feijão que chegou mais um.”).

Talvez o enredo patrocinado mais “natural” de todos. Falar sobre o Brasil é tradicional, sobre o Brasil rural, aquela coisa bem típica de se contar uma historia sobre um aspecto aqui deste chão. Beleza, e tendo lido a respeito, vendo que muitas propostas de patrocínio foram descartadas por não ter cara de enredo para a escola me deixa um pouco mais tranqüilo quanto ao critério e à vontade da Vila de manter o mínimo de autenticidade frente à nova realidade financeira do carnaval.

Conclusão: Sintomático, pois, se antes se criticava tanto o carnaval paulistano com relação à (suposta) falta de malemolência e sua forma mais mecânica de se fazer um carnaval, acredito que a coisa esteja bem equiparada no momento. Minha esperança é que este modelo programático de carnaval, que já é bem distante da festa do povo que a mídia vende, se auto-consuma (como uma cobra que devora o próprio rabo) e, dali, surja um novo movimento de revitalização do carnaval popular. E não falo simplesmente de encher as ruas com blocos e tals, isso já acontece, mas também está virando micareta. O negócio é esperar que dessas “ruínas” um novo povo surja pra cantar, afinal.

Anúncios

Sobre Fernando Sagatiba

Negro, jornalista, sambista, desenhista, sarcástico e um pretenso auto-proclamado observador da problemática contemporânea. Filiado à UNEGRO-RJ.
Esse post foi publicado em Falando Nisso... e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s