E vamos à luta, Gonzaguinha!

gonzaguinha - e vamos a luta

Dada a comoção popular, só peço, na verdade, apelo, pra que não se esqueça disso na hora de irmos às urnas, já que é triste lembrar, mas, os poderosos que nos usam de tapete pra pisar, evitando a lama que eles mesmo perpetuam, são ajudados com o voto da maioria.

A juventude tem papel fundamental, pois, é muito fácil entender um reaça que tenha já uma idade e já tenha presenciado tantas mazelas ao ponto de achar que toda a injustiça social do país e do mundo seja algo normal – geralmente quem pensa assim não vive na rua ou passa fome.

O negócio é manter a luta como causa, pois, desde o Samba e o Candomblé que o povo é oprimido, claro, certos grupos passaram por uma ou outra opressão mais específica e isso tudo se reflete no hoje, mas a causa maior é a justiça para o povo, não por comunismo ou rebeldia política de aborrescente, mas porque muitos de nós sabemos que a coisa pode ser mais equilibrada. Vivemos num país democrático de direito, mas não de fato.

Tal qual a escravidão e a abolição, a lei determina algo que não é proporcionado pela classe dominante. Mas somos a maioria, gente! Se alguém tem voz potente é “nóis”, não uma minoria que se vale de nossa inércia. Letargia já era, vamos à luta. Agora, um sambinha muito bonito e pertinente ao momento que vivemos.

Anúncios

Sobre Fernando Sagatiba

Negro, jornalista, sambista, desenhista, sarcástico e um pretenso auto-proclamado observador da problemática contemporânea. Filiado à UNEGRO-RJ.
Esse post foi publicado em Papo Malandro. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s