Wilson Moreira – A arte negra

wilsonmoreiraWilson Moreira é um ícone de nossa cultura. Poeta de mão cheia e cabeça iluminada, forma, junto a Nei Lopes, uma das parcerias mais produtivas e inspiradas da música brasileira. Claro, há vários outros parceiros também, mas o momento é de homenagear Wilson Moreira Serra, o famoso Wilson Moreira.

Compositor de destaque na Mocidade Independente de Padre Miguel e, posteriormente, na Portela, Wilson viria a compor canções de valor tão puro que chegam a parecer que sempre existiram Alguns exemplos: Não tem veneno (com Candeia),

Quintal do céu (com Jorge Aragão), Senhora Liberdade, Moenda velha, Coisa da Antiga, Gostoso Veneno (essa última, com Nei Lopes) e, por falar em gostoso veneno, quando tiver a oportunidade, procure A Arte Negra de Wilson Moreira e Nei Lopes e O Partido Muito Alto de Wilson Moreira e Nei Lopes. São duas joias do nosso cancioneiro onde eles dão releituras para as próprias músicas, dessa vez, óbvio, em suas próprias vozes.

Enfim, parabéns, Wilson Moreira, seu talento merece todo respeito, porque assim como a Goiabada Cascão, é coisa fina que ninguém mais acha.

Anúncios

Sobre Fernando Sagatiba

Negro, jornalista, sambista, desenhista, sarcástico e um pretenso auto-proclamado observador da problemática contemporânea. Filiado à UNEGRO-RJ.
Esse post foi publicado em Tesouros do Samba e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s