Carlinhos de Jesus será Porta-Bandeira na Porto da Pedra

Calma, calma que não voltamos ao regulamento antigo, quando o casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira eram em posições invertidas em relação ao que conhecemos hoje. É que a escola de São Gonçalo, município da região metropolitana do Rio de Janeiro, virá contando a história desse casal, que é um dos quesitos mais importantes do carnaval de sambódromo, e o famoso dançarino, coreógrafo e professor será Ubaldo, o primeiro porta-bandeira da Portela e da história das escolas. No início das escolas de samba, o homem é que carregava o estandarte e a mulher é que fazia os floreios em torno dele, pois, era, de certa forma, tradicional, que uma escola roubasse e rasgasse o pavilhão da outra, sendo assim, era mais fácil para homens entrarem em tal tipo de conflito do que mulheres, dada a necessidade física da situação.

Carlinhos e a parceira Vanessa Nascimento, Preta, que será Maria Adamastor na avenida.

A tradição começou com Hilário Jovino – que eu já contei aqui, recentemente – que, ao criar seu rancho Dois de Ouros, desenvolveu as técnicas e funções iniciais dos, anteriormente, mestre de sala e porta-estandarte, quando ainda iam de casa em casa levando a festividade momesca. Depois foi Ubaldo e depois mudou para os moldes que conhecemos, com a dama reverenciando e o homem protegendo a bandeira. Uma figura famosa como mestre-sala foi Maria Adamastor, na época dos ranchos e será representada por Vanessa Nascimento, a Preta, parceira de muitos anos de Carlinhos de Jesus em apresentações oficiais e na comissão de frente da Mangueira, onde o bailarino voltou a dar as cartas.

Espero que com esse enredo mais cultural a Porto da Pedra se redima da pouca vergonha de ter falado sobre leite/iogurte por patrocínio de uma famosa fabricante de produtos laticínios e derivados. A queda foi justa, mas sempre há redenção pra quem não esquece o que é o samba e o carnaval, pois essa é a essência do Samba, fazer, reverenciar e festejar o próprio samba e os elementos culturais brasileiros por direito e fato.

Fonte: Extra.

Anúncios

Sobre Fernando Sagatiba

Negro, jornalista, sambista, desenhista, sarcástico e um pretenso auto-proclamado observador da problemática contemporânea. Filiado à UNEGRO-RJ.
Esse post foi publicado em Falando Nisso... e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s