Imperatriz 2015: AXÉ NKENDA – Um ritual de liberdade – E que a voz da liberdade seja sempre a nossa voz

 

“AXÉ NKENDA – Um ritual de liberdade – E que a voz da liberdade seja sempre a nossa voz” é o enredo da Imperatriz Leopoldinense para 2015. A escola promete, nas idéias do carnavalesco, Cahê Rodrigues, não só emocionar pelo desfile em si, mas pelo tema reflexivo que trará. A busca do negro por essa tal liberdade que tanto se fala e que muitos pensam que já se resolveu com a assinatura da Lei Áurea (nem falo mais, por enquanto, em quantos equívocos se comete defendendo que 13 de maio é uma dádiva imperial para nós). A questão é um pouco mais complexa.

 

 

É inadmissível que nos dias de hoje a gente ainda encontre pessoas com o coração fechado, com um olhar racista e que ainda se levantem ao ver um casal negro em iguais condições em um restaurante, por exemplo. Por uma banana atirada no gramado, levantam-se várias questões mundo afora, onde se comprova que o racismo existe e é latente.”, disse Cahê ao site SRZD (Sidney Rezende. Leia a entrevista aqui). Pronto, né? Nem precisa falar mais nada, é só ouvir o samba e entender. A letra já começa com Mandela, então, o recado tá dado. A saber, Nkenda significa amor no dialeto africano Kibundu.

 

Pois é, amigx raizdosambaemfoconauta (hein?!?), neste enredo não há meneios, nem firulas. Apenas um tema direto, um título razoavelmente curto (para o gigantismo das escolas de samba hoje em dia) e uma letra que traduz muito nitidamente a ideia da luta contra o racismo e por respeito à nossa identidade. Isso, poucas décadas desde a última apresentação da escola sob o tema África, sendo a primeira vez de Cahê (UIA!), ou seja, ele promete levar uma visão muito própria para a avenida e, por parte da equipe RSF (raiz do samba em foco) – ou seja, eu e eu mesmo, Rá! – tem todo apoio. Vale muito não só apresentar plumas e nudez, mas algo a ser amplamente debatido, nem que seja apenas durante o desfile.

 

Pense comigo: Vai ser mais de uma hora de combate ao racismo na Globo. Será que já estão bolando um estoque de piadas sem graça pra não ter que narrar o desfile? E outra: Cahê bem que podia levar alguma alegoria que representasse a Globeleza pra criticar a hiperssexualização da mulher negra, hein.

 

No mais, muita sorte para esse enredo que já tá todo aí, é só fazer uma bela exposição que vai se dar bem. Falando em apresentação, fiquei sabendo que é intento do carnavalesco levar a pioneira Ruth de Souza para a avenida. Na verdade, a atriz está com saúde frágil (tem 93 anos), então, teve que recusar o convite, mas uma foto – escolhida por ela mesma – será estampada no sexto carro, onde, acredito eu, virão outros ícones de nossa cultura relacionados à luta contra o racismo.

 

Foto: Divulgação

Cahê e Ruth de Souza

 

 

Eu já palpito Milton Gonçalves, Jorge Coutinho, Taís Araújo e mais outros. Ruth, por exemplo, foi a primeira negra a protagonizar uma telenovela (com um ator branco fazendo blackface no lugar de Milton Gonçalves, por exemplo, diga-se). Teve que ceder o lugar de seu nome nos créditos de abertura a uma branca por exigência da emissora, mas está lá seu pioneirismo. Mas sobre isso eu já falei no Divagar É Preciso (clique aqui pra ler).

 

Ruth protagonizando ao lado do blackfaced, porque a emissora não permitiria dois negros protagonizando algo ao mesmo tempo, não é?

 

 

E o samba, claro.

 

 

Anúncios

Sobre Fernando Sagatiba

Negro, jornalista, sambista, desenhista, sarcástico e um pretenso auto-proclamado observador da problemática contemporânea. Filiado à UNEGRO-RJ.
Esse post foi publicado em Divagações, Falando Nisso... e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s