Resenha Imperial – Tia Maria do Jongo

 

Uma das mais novas de treze irmãos, uma das fundadoras do Império Serrano (a última remanescente) e principal nome na multiplicação do jongo da Serrinha para o mundo, para que nossa cultura não se perca.

Numa entrevista leve e rápida (tinha que ter umas duas horas só de material editado, nem que já fosse com João, Matheus e Tia Maria bocejando de tanto falarem. Rá!), a matriarca imperial conta sobre sua infância, fundação do Império Serrano, o relacionamento com outras escolas e outros jongos, costumes, cenários e fatos de antigamente e sua participação no Jongo da Serrinha enquanto ONG. Enfim, ficar falando levaria horas porque essa verdadeira griot inspira mesmo. E parafraseando Wilson das Neves (próximo homenageado da Resenha Imperial, anunciado na própria quadra da escola durante o evento do último dia 24 de maio): “Depois que vira viaduto não tem graça”, o negócio é homenagear também aqueles que estão entre nós.

 

 

 

Postado originalmente na página do Império Serrano – Museu Virtual

Anúncios

Sobre Fernando Sagatiba

Negro, jornalista, sambista, desenhista, sarcástico e um pretenso auto-proclamado observador da problemática contemporânea. Filiado à UNEGRO-RJ.
Esse post foi publicado em Comunicação UNEGRO, Tesouros do Samba e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s