Ousadia de Malandro

De autoria minha, essa canção, Ousadia de Malandro, fala daquele tipo de malandro que não se vê muito mencionado no meio do samba. Muito se fala do malandro que só é valente na rua, que em casa é cordeirinho, do malandro que sapateia no coração da mulher, do malandro que vira capacho na mão de mulher, mas não se fala muito no malandro que encontra uma contraparte feminina dele e harmoniosamente vão seguindo suas vidas.

 

Há quem diga que a música é auto-referente, mas aí, é uma história mais complexa entre a concepção e o registro final da música. Rá! Um dia eu conto, se for pra enriquecer a ideia original da música. Por enquanto, deixo meu link no Sound Cloud para essa faixa. Lá é meu canal para divulgação de músicas para que as pessoas conheçam meu lado compositor, sobretudo de samba. E, artistas que vejam ali potencial para adicionar a seu trabalho, estou aberto(UIA!) a conversações a respeito. No mais, #ousadiademalndro, “é que esse José encontrou sua Maria”. Lembrando que o espaço é tipo mercado em obras, ao mesmo tempo que está sendo construído, já vai funcionando pra ganhar tempo.

 

 

Ousadia de Malandro (Fernando Sagatiba)

Todo malandro de fé

Um dia comete a ousadia

De ser só de uma mulher

Demonstrando valentia

 

É sério, não tem mistério

O seu critério é seu valor

Vem a amada idolatrada

Aconchegada, curtir seu calor

 

Todo malandro de fato

Ajeita o sapato com atenção

Pois sabe que ali na sola

Rola a batida do seu coração

 

O pisante tem que estar macio

Pra pisar nesse terreno

A malandrinha já lhe fez provar

Do seu próprio veneno

 

Sujou pra você, malandro

Nem você sabe o que aconteceu

E te prepara, o cara, encara

A marra dela é que prevaleceu

 

Nunca mais se viu o malandro só

Dizem até que ele se perdeu

E não é só companhia na boemia

É que esse José encontrou sua Maria

Anúncios

Sobre Fernando Sagatiba

Negro, jornalista, sambista, desenhista, sarcástico e um pretenso auto-proclamado observador da problemática contemporânea. Filiado à UNEGRO-RJ.
Esse post foi publicado em Falando Nisso... e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Ousadia de Malandro

  1. Pingback: A Lapa do Rio Antigo | Raiz do Samba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s