LIESA assina documento do Ministério Público para evitar outra ‘virada de mesa’

Para não banalizar o regulamento e impedir outra virada de mesa, o Ministério Público do Rio de Janeiro resolveu fazer a LIESA assinar um termo de ajuste de conduta. O que vem a ser isso? Bem, é um modo de dizer para a Liga Independente das Escolas de Samba algo como ‘ó, acabou a sem-vergonhice, hein! Toma jeito!’. A brincadeira, caso seja desconsiderada pela Liga, custará a camarada bagatela de R$750 mil de multa.

 

O Regulamento Específico dos desfiles do Grupo Especial prevê que as duas últimas colocadas na apuração de notas sejam rebaixadas para o Grupo de Acesso (Série A é o escambau), então, temos esse documento (TAC – Termo de Ajuste de Conduta) para garantir que o documento original (o regulamento) seja cumprido. É meio absurdo que precisemos de um documento pra garantir o funcionamento de outro. Burocrático demais, mas do jeito que a coisa ia, de virada de mesa em virada de mesa, caminhávamos para um carnaval com 40 escolas num grupo só.

 

Enfim, não canso de dizer que meu glorioso Império Serrano até que se esforçou, mas cometeu erros em 2018, também não canso de dizer a Grande Rio não teria virada de mesa se fosse uma escola de menor prestígio global. É igual 2017, quando a queridinha da mídia, Unidos da Tijuca, cairia sem dó e foi protegida naquela oportunidade, por uma virada de mesa. Os motivos são os mais bobos possíveis, como dificuldades de produzir desfile por falta de repasse de verba (antigamente não se tinha luxo e as escolas tinham mais nome, não inventa, né?), incompreensão de jurados e até a perda de pontos por falta de uma alegoria da sinopse foi considerada injusta…

 

Enfim, vamos aguardar pra ver qual vai ser a invenção do ano que vem. Nem vacilo em desfile, nem contratempo e nem provocação de acidente com morte estava sendo motivo de rebaixar escolas… agora vamos ver no que dá, se não criam um terceiro documento pra obrigar a se considerar o segundo que faça valer o primeiro. Essa burocracia ainda me perturba… não tanto quanto saber que meu Império vai usar uma música do Gonzaguinha como samba e como enredo… Juntando com a São Clemente que vai reeditar um samba passado… já to até vendo… Mas isso é papo pra mais adiante.

 

Batuquemos!

 

Fonte: https://odia.ig.com.br/diversao/carnaval/2018/06/5549225-apos-acordo-com-mp-liesa-nao-podera-mudar-criterios-de-rebaixamento.html

Anúncios

Sobre Fernando Sagatiba

Negro, jornalista, sambista, desenhista, sarcástico e um pretenso auto-proclamado observador da problemática contemporânea. Filiado à UNEGRO-RJ.
Esse post foi publicado em Carnaval e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s