Zé Luiz do Império – Malandro Maneiro

José Luiz Costa Ferreira, ou o conhecido Zé Luiz do Império (também creditado como simplesmente Zé Luiz, em diversos lugares) é um cantor e compositor carioca. Nascido a 10 de julho de 1944, no Bairro de Santa Teresa, Centro do Rio de Janeiro. Morou no referido bairro até os 9 anos de idade, quando mudou-se com a família para o bairro de Pilares, Zona Norte da cidade.

Já foi funcionário da Empresa Brasileira de Telecomunicações (EMBRATEL), pela qual é aposentado desde 1997. De presença marcante no Samba, é um dos fundadores, junto a Nei Lopes, Wilson Moreira e outros, da ala de compositores do Grêmio Recreativo de Artes Negras Quilombo e é integrante do (meu amado) Império Serrano, onde figura na ala de compositores e na Velha Guarda da escola. Também foi o fundador do Pagode da Resistência, uma das primeiras rodas de Samba no movimento de revitalização do gênero na década de 1970.

Já foi gravado por vários expoentes da MPB, como: Roberto Ribeiro, Alcione e Fundo de Quintal, tendo ao lado grandes parceiros de composição, como os mais frequentes Nelson Rufino e Nei Lopes, e outros como Ratinho, Wanderley Monteiro e Nelson Sargento… Aqui vão alguns exemplos mais conhecidos:

Tempo Ê (c/ Nelson Rufino)

Prece a Xangô (c/ Nelson Rufino)

Todo Menino é um Rei (c/ Nelson Rufino)

Eu Não Fui Convidado (c/ Nei Lopes)

Malandros Maneiros (c/ Nei Lopes)

Caído com Elegância (c/ Nei Lopes)

Minha Arte de Amar (c/ Nei Lopes)

Nosso Nome: Resistência (c/ Nei Lopes e Sereno)

Dona Zica e Dona Neuma (c/ Carlinhos 7 Cordas e Nei Lopes)

 

Exemplo de imperiano, sambista e ser humano. Quem para perto tem a oportunidade de ouvir um pouco da história do samba orgânica, ativa. Esse é um militante na defesa da nossa cultura e temos a honra de ter uma representatividade desse quilate ao nosso lado.

E tem uma participação do mestre no evento Velhos Malandros, ao lado de Noca da Portela.

 

Fontes:

http://dicionariompb.com.br/ze-luiz-do-imperio

http://www.revistamusicabrasileira.com.br/perfil/ze-luiz-do-imperio

Anúncios

Sobre Fernando Sagatiba

Negro, jornalista, sambista, desenhista, sarcástico e um pretenso auto-proclamado observador da problemática contemporânea. Imperiano de fé praticante. Filiado à UNEGRO-RJ.
Esse post foi publicado em Falando Nisso..., Tesouros do Samba e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s